Guia rápido: Trabalhando com MySQL no Azure

Olá pessoal,

Recentemente publiquei artigos mostrando como estudantes podem se beneficiar da computação em nuvem através do programa Microsoft Imagine. Um dos recursos disponíveis no Microsoft Imagine é justamente o banco de dados MySQL e muitos estudantes me questionaram sobre como usá-lo no seu Aplicativo Web. Portanto neste artigo irei passar um guia rápido sobre esse assunto mostrando como vocês podem ter acesso para usufruir desse recurso. Por ser aplicável a qualquer tipo de assinatura e não somente Microsoft Imagine, resolvi escrever um artigo fora da nossa série “Estudante, bem-vindo a computação em nuvem”, mas ainda usarei minha assinatura do tipo Microsoft Imagine para demonstrar.

MySQL In-App

O primeiro recurso que dispomos é o próprio MySQL In-App disponível dentro do próprio serviço Aplicativo Web. Após criar seu Aplicativo Web no Microsoft Azure, um dos itens que constam em “CONFIGURAÇÕES” do seu serviço é o “MySQL In-App” que disponibiliza um pequeno banco de dados MySQL local juntamente com seu aplicativo Web. Seguem os passos:

  1. Acessar o item “MySQL no Aplicativo”, ativar o serviço e salvar as alterações (você pode habilitar o “MySQL no Aplicativo” diretamente durante a criação do aplicativo Web).
  2. Depois de ativado o banco de dados, acesse novamente sua aplicação Web para inicializar propriamente o serviço do banco de dados MySQL (acessar a URL do site em “Visão Geral”).
  3. De volta na tela do “MySQL no Aplicativo”, é disponibilizado um botão “Gerenciar” que te permite acessar o banco de dados. Ao clicar no botão, você será direcionado para o “phpMyAdmin” que foi instalado dentro da sua aplicação Web.
  4. Serão solicitados o usuário e senha. Use aqueles definidos dentro da sua aplicação, em d:\home\data\mysql\MYSQLCONNSTR_localdb.ini (caminho padrão dentro do Aplicativo Web). Você pode acessar o conteúdo desse arquivo via:

    • “Debug Console” do Kudu, que pode ser acessado através do item “Ferramentas Avançadas” (ver imagem)
    • FTP, usando as credenciais definidas para a aplicação.
    • Item “Console” do seu aplicativo Web, usando o comando de linha de comando “type”: type MYSQLCONNSTR_localdb.ini
  5. Via “phpMyAdmin”, fazer as operações no banco de dados como criar tabelas e fazer inserções.
  6. Pronto! Para acessar o banco de dados do seu aplicativo Web, você deve usar como endereço IP o 127.0.0.1 e como usuário e senha os valores definidos no arquivo MYSQLCONNSTR_localdb.ini.

Serviço Banco de Dados MySQL

Outra opção ainda é usar o serviço Banco de Dados MySQL disponibilizado gratuitamente no Azure. Nesse caso o banco de dados será disponibilizado em outro servidor.

Importante: Se sua assinatura for do tipo Microsoft Imagine, você terá direito somente a 1 banco de dados MySQL com 20Mb para armazenamento dos dados.

  1. No portal Azure, clicar em “Nova” e digitar “Banco de Dados MySQL”:
  2. Note que serão retornadas as opções que correspondem a sua busca. Por exemplo, você pode criar o Banco de Dados MySQL para usar com um Aplicativo Web já existente ou criar um Aplicativo Web já com banco de dados MySQL.
  3. Selecione a opção “Banco de Dados MySQL”, fornecido pelo ClearDB e então preencha os dados solicitados. Dentre as informações temos:
    • O “Grupo de Recursos”, onde sugiro usar o mesmo grupo onde foi criado seu “Aplicativo Web”.
    • O tipo de preço, que está marcado com a opção gratuita.
    • Os termos legais, que você deve concordar. Nele, há o indicativo do preço, que nesse caso é gratuito. Leia os termos e, se concordar, clique no botão “comprar”.
  4. Marque a opção “Fixar no Painel” e confirme a criação. Em poucos segundos o seu banco de dados será criado e o portal do Azure irá abrir o seu serviço de banco de dados.
  5. Já no serviço, o item “Propriedades” permite obter o nome do host do banco de dados, o usuário e a senha. Esses dados você usará para conectar seu aplicativo no banco de dados.
  6. Em “Visão geral”, você terá a opção para acessar o ClearDB, que permitirá obter informações do seu banco de dados. No primeiro acesso, será solicitado um cadastro no ClearDB:
  7. Use as informações disponibilizadas pelo ClearDB, como “Hostname” e de usuário/senha, disponíveis em “Endpoint Information” para acessar o banco de dados via ferramenta gráfica de sua preferência (exemplo HeidiSQL, Navicat, entre outros).
  8. Usar as mesmas credenciais para acessar o banco de dados de dentro de seu Aplicativo Web

É isso! Abordamos aqui opções de armazenamento MySQL que podem ser obtidos gratuitamente usando qualquer assinatura Azure, inclusive com a assinatura Microsoft Imagine (para estudantes).
Mas além dessas, ainda há outras opções de banco de dados e armazenamento no Azure, como SQL Server, Cassandra e DocumentDB. Porém muitas delas são pagas e não podem ser obtidas com a assinatura Microsoft Imagine. Mas se sua conta Azure tiver a assinatura “Dev Essentials” ou “Pós-pago”, você pode também experimentar essas outras opções.

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s